SEO para blog e as melhores técnicas para você usar hoje mesmo

blog-uma-arma-poderosa-de-SEO

14.02.2020 | Por: administrador

SEO para blog e as melhores técnicas para você usar hoje mesmo

SEO para blog é um item essencial para alavancar o tráfego do seu site. Um blog bem planejado e estruturado é peça fundamental para ajudar no crescimento da sua empresa por meio de estratégias de marketing de conteúdo

Primeiramente, sabemos o quanto é importante investir na presença digital por meio da criação de um site profissional, e, para melhorar ainda mais esse posicionamento, investir na criação de um blog. Veja neste artigo o que você precisa para criar um site e mantê-lo com qualidade.

Umas das técnicas que ajudam na otimização de sites e blog é o SEO (Seach Engine Optimization). Se bem usada, páginas na internet começam a ser “vistas” com outros “olhos” pelos robôs dos mecanismos de busca e, com melhores desempenhos, aparecem nas primeiras posições destes mecanismos.

Quer saber tudo sobre SEO? Acesse este artigo e veja como usar esta técnica infalível. 

O SEO para blog ou SEO on Page reúne um conjunto de técnicas que vão otimizar o seu conteúdo do blog, portanto, se restringe a itens que estão dentro da página. Diferente de SEO off Page que são estratégias fora da página.

O nosso foco neste artigo será no SEO para blog. Continue a leitura e veja o quanto você pode construir textos impossíveis de ser ignorados e de alta qualidade para o seu blog.

Capriche no título: ele é o cartão de visitas do seu texto

Pelo título você decide ler ou não um artigo qualquer, uma notícia em um site, e até mesmo um livro. Só de falar isso, você já consegue visualizar a importância do título no SEO para blog e também já se viu nessa situação, de ver um título qualquer e decidir ou não pela leitura.

O título é, de longe, o item que irá fazer com que o seu conteúdo se destaque em meio a tantos outros textos publicados diariamente na internet. Muitos produtores de conteúdo, entretanto, não os dão a devida importância ou acreditam que o conteúdo interno deve estar à frente do título.

Isso não é verdade, pois, como dissemos, se o título não fisgar logo de cara não importa  a qualidade do seu conteúdo ou das sua imagens, o trabalho será perdido, pois o usuário não sentirá interesse em abrir.

Contudo, existe diferença nos títulos que atendem ao critério de SEO para Blog, sendo voltados para a leitura do Google, e os títulos para os artigos ou redes sociais, voltados para as pessoas que vão ler. Acompanhe no exemplo:

Título para o artigo ou redes sociais: Os cinco maiores erros que você comete na hora de escrever uma redação: veja como superá-los em três passos

Título SEO: Três passos simples para fugir dos piores erros de redação

Os títulos possuem diferenças entre si. O título para artigo tem uma característica um pouco mais emocional, tenta buscar o leitor pela identificação e, muitas vezes, faz uso de gatilhos mentais em sua construção. 

No exemplo acima, o título “conta” ao leitor que ele, sim, comete os maiores erros de redação e que com três passos é possível superá-los. O leitor é instigado pela curiosidade em saber quais são esses erros que ele comete. Já o título SEO, deixa claro qual o benefício, a estratégia, que se deve usar e que será contada no artigo.

Em se tratando de SEO para blog, algumas regrinhas devem ser seguidas na hora de construir o título:

 

  • A palavra-chave precisa estar no título do seu artigo e de preferência logo no início;
  • Não ultrapasse 65 caracteres em seu título, sendo o número “ideal” de 55 caracteres. Isto não significa que seu título não será indexado caso ultrapasse este limite, porém será automaticamente cortado pelo Google;
  • Não use muitas vírgulas em seu título;
  • Se a palavra-chave usada no artigo possui um acrônimo, como SEO, tente usar os dois termos, SEO e Search Engine Optmization, por exemplo no título, para cobrir todas as possíveis buscas;
  • Cada página precisa ter um título exclusivo.

Use estrategicamente as palavras-chaves

Quando se fala em SEO, é impossível não pensar no uso de palavras-chaves. Elas, em um passado não muito distante, era basicamente tudo que se sabia e usava em técnicas de SEO.

As palavras eram usadas indiscriminadamente ao longo do texto, em uma tentativa de enganar os robôs de busca, fazendo com eles “entendessem” que aquele conteúdo era relevante e já o posionasse nas primeiras posições.

Hoje, com os algorítimos em freqüente evolução, é impossível escrever um texto com uma chuva de palavras-chaves apenas e sem pensar na experiência do usuário. Um bom texto para SEO vai muito além das palavras-chaves e é por isso que estamos escrevendo esse artigo com várias outras dicas sobre como aprimorar o SEO para o seu blog.

Claro que as palavras-chaves ainda são a raiz de qualquer técnica de SEO, aliás, é por meio delas que os usuários chegam em seu texto e os robôs o lêem. O que eu quero dizer é que essa não é a única técnica mais e que agora ela deve ser usada com mais inteligência e estratégia.

Algumas dicas para usar palavras-chaves:

  • De preferência, coloque sua palavra-chave principal nas primeiras 100 ou 150 palavras do seu conteúdo.
  • Além de encaixar a palavra-chave no primeiro parágrafo, desde que não comprometa a qualidade da introdução, procure deixá-la  em negrito, o que já chamará atenção de quem lê e dará um motivo a mais para a continuação da leitura;
  • Existem ferramentas gratuitas de pesquisas por palavras-chave, como Google Keyword Planner , Google Trends, Ubbersugest. Você pode usá-las para conhecer o volume de buscas mensais bem como a variação das pesquisas ao longo do tempo. Assim, você entende se vale a pena ou não escrever um artigo sobre aquela determinada palavra-chave.

Construa um texto escaneável: use tópicos e subtópicos.

Um bom SEO para blog prioriza um texto com legibilidade. Isso quer dizer entregar uma leitura fácil e agradável para o leitor.

Todos nós já tivemos a experiência de uma leitura pesada, um texto longo e denso. O ideal é fugir disso e elaborar um texto escaneável e leve. Para isso, use tópicos e subtópicos para facilitar a leitura, assim o leitor consegue “bater o olho” no texto e já buscar aquilo que ele procura. Use também imagens e infográficos, bullet points, itálico e negrito, listas.

  • Veja dicas de SEO para um texto escaneável:
  • Se possível, use a(s) palavra(s)-chave nos tópicos e subtópicos;
  • Fazer hyperlinks é outra tática que vai se mostrar muito eficaz para tornar o seu texto escaneável e para contribuir com suas estratégias de SEO;
  • Para facilitar essa leitura dinâmica e tornar positiva a experiência do usuário o ideal é que os seus textos sejam alinhados à esquerda;
  • Use bullet points, itálico e negrito;
  • Use listas;
  • Escreva parágrafos curtos
  • Faça perguntas: use perguntas nos subtítulos. Por exemplo: O que fazer para construir um texto escaneável?

Capriche na meta-descrição

A meta-descrição é um pequeno texto usado pelos buscadores para descrever o conteúdo de uma página. Sabe aquele textinho que fica abaixo do título do artigo quando você faz a pesquisa no Google, por exemplo? Pois é, essa é a meta-descrição.

A meta-descrição não é, necessariamente, um fator de ranqueamento no Google. Mas imagine o seguinte: quanto melhor elaborada for uma meta-descrição, mais ela chamará a atenção dos usuários para clicar no artigo, afinal, é a partir da leitura da meta-descrição que vemos se aquele artigo nos atende ou não. Dessa maneira, ao receber mais e mais cliques, mais aquele artigo vai sendo considerado relevante pelos buscadores e mais vai subindo de posição, até parecer nas primeiras.

O uso da palavra-chave na meta-descrição não pode ser ignorado. Muitos blogs e sites não dão atenção a este item, deixando que o Google use os primeiros parágrafos do seu texto para definir sua meta-descrição.

E assim perdendo grandes oportunidades de explicar, para quem faz a pesquisa, sobre o que se trata o texto.

O limite de caracteres indicado para uma meta-descrição é de até 155.

Conteúdo visual: use imagens

Não é à toa que existe o ditado: uma imagem fala por mil palavras. O uso de imagens de qualidade tem ganhado cada vez mais espaço nos artigos de qualidade e fora que também são um critério de SEO para blog, dando mais fluidez e tornando a leitura mais agradável

Mas como usar as imagens no seu artigo? Fizemos um artigo sobre os melhores bancos de imagens gratuitos. 

Os robôs do Google ainda não “lêem” as imagens completamente. Por isso, é você quem tem que “dizê-los” do que se trata aquela imagem, por meio da alt tag.

A alt tag nada mais é do que uma descrição da imagem, caso a página não consiga ser carregada, permitindo que os robôs possam identificar a relação daquela imagem com o seu texto. Além disso, suas imagens podem ser encontradas por algum usuário que fizer a pesquisa específica por conteúdos visuais no Google Images.

  • Veja outras dicas para otimizar as imagens do seu artigo:
  • Evitar textos muito longos. Use no máximo 5 palavras;
  • Usar palavras-chave na alt tag;
  • Usar legendas;
  • Salve a imagem no tamanho que ela será mostrada dentro da Página;
  • As imagens devem ficar hospedadas no mesmo domínio de seu site.

Links internos para aumentar o tempo de permanência na sua página

Uma estratégia bastante eficaz de SEO para Blog é fazer uso dos famosos links internos. Quanto mais links internos você utiliza no seu texto, mais você garante que o tempo de permanência do usuário na sua página será maior.

Ele está lendo sobre um determinado assunto e, logo em seguida, clica em outro artigo com algum assunto correlato e que chamou a atenção dele e assim por diante. Assim, a taxa de rejeição do seu blog vai diminuindo e você vai conseguindo ranquear cada vez melhor os seus artigos.

Ou seja, sempre quando você colocar um link de um artigo antigo em sua publicação mais recente, você está fazendo SEO para blog. Mas, claro, a estratégia é boa, mas tenha bom senso na hora de usar, senão o seu texto vai ficar muito carregado e cansativo para o leitor.

Recomendações para o uso de links internos:

  • Aposte  também na estratégia de Link Building ou Back Link ou Links Externos para ganhar autoridade no Google.
  • Colocar links em cores diferentes do restante do texto e mais no começo do artigo darão, automaticamente, mais destaque e aumentarão as chances de clique;
  • O link precisa estar contextualizado ao longo do artigo para atrair mais visitas. Por exemplo, ao falar de estratégias de SEO, você pode linkar dizendo: Conheça as 5 ferramentas mais usadas pelos profissionais de SEO no lugar de “Clique aqui”.
  • Sempre coloque links para seus artigos antigos quando elaborar um novo. E claro, o link de seu novo artigo nos publicados anteriormente.

Dê atenção à URL

O que muita gente não sabe é que a URL que é formada após a publicação do seu artigo conta, e muito, no SEO para blog.

Colocar a sua palavra-chave na URL otimiza a leitura feitas pelos buscadores, além de deixá-la mais amigável para o leitor.

Tornar sua URL amigável facilita não só o trabalho do Google, que consegue identificar o assunto da página apenas pelo slug como também para os usuários.

A chance de clique em um artigo com a URL atomdigital.com.br/seo-para-blog é muito maior que atomdigital.com.br/ 6d667d677s78id=?

Assim que você cria o título no WordPress , a URL é formada com todas as palavras dele, mas não o é recomendado. O ideal é que você mesmo a edite colocando apenas a palavra-chave na URL.

Dicas para a otimização de URLs:

  • Evite URLS longas. Use o máximo de 5 palavras;
  • Use a palavra-chave no slug;
  • Use hífen para separar as palavras
  • Não use letras maiúsculas na URL;
  • Não usar acentos.

Outra dica bastante importante sobre otimização de URL’s é: não altere as que já foram publicadas anteriormente. A menos que seja um artigo recém publicado, que ainda não teve acessos ou compartilhamentos em redes sociais.

Do contrário, o Google não entende essa modificação e você irá então perder o ranqueamento que já havia conseguido.

Cuidado com o conteúdo duplicado

O conteúdo é considerado duplicado quando está hospedado em duas URLs diferentes ao mesmo tempo.

Então, se você cria conteúdos para blog, atente-se para sempre criar textos inéditos, pois cada vez que você copia um conteúdo, a sua página perde em ranqueamento, pois o Google entende que a URL mais antiga é a detentora do conteúdo original.

É claro que usar outras fontes e outros blogs como inspiração é uma ótima maneira de criar conteúdos completos e atraentes, mas copiá-los é o mesmo que atestar a sua incapacidade intelectual. Além do que, isso não te levará benefício algum.

SEO para blog: a experiência do usuário 

As otimizações para blogs formam um conjunto, nem sempre fácil, de aplicação de diversas técnicas que vão, ao final, promover o que é considerado mais importante no marketing digital: a experiência do usuário.

Tudo que você faz dentro das técnicas de SEO para blog é justamente para que os robôs de busca entendam que a sua página, o seu texto são bons o suficiente para que o leitor goste de apreciá-lo.

Por isso, sempre que for criar um conteúdo ou pensar no seu blog tenha em mente: Eu estou oferecendo a melhor experiência para quem chega na minha página?

Coloque-se no lugar do seu leitor. Você também é leitor de outras páginas e outros blogs. 

Pergunte-se: o meu texto está bom? O layout do meu site é interessante, usual? As imagens são de qualidade?

Para arrematar, veja agora 12 super dicas e benefícios de um blog eficiente

1 – Mantenha seu Blog com assuntos relevantes e atuais, pois além de cativar o público, você consegue que os bots do google aumentem o interesse em rastrear e indexar seu site.

2 – O Blog pode aumentar exponencialmente a interatividade do público com seu negócio, além de gerar uma base de fãs regulares, visto que as pessoas reconhecem a sua autoridade no assunto e acabam dispondo de um tempo para ler seus posts.

3 – Uma outra grande vantagem, se dá quando os visitantes começam a deixar comentários, assim o Google Search Engine entende que seus conteúdos são realmente relevantes para os usuários e por isso tende a rankea-los cada vez melhor, o que acaba se tornando um ciclo “virtuoso”, pois quanto melhor seu rankeamento, maior o tráfego no seu site, e por aí vai…

3 – A famosa “Blogosfera” é um grande ecossistema de informações e interações, que por si reúne incontáveis benefícios, dentre esses para mim o mais relevante é a possibilidade de aprendizado cada vez maior, haja vista que muitas pessoas escrevem sobre o mesmo assunto e, assim podemos nos aprofundar e entender perspectivas diferentes, além de conhecer cases fantásticos.

4 – É fundamental para manter autoridade, estar sempre atualizado com notícias e tendências relacionados ao seu negócio. No nosso caso “brasileiros”, em especial àqueles relacionados a tecnologia e ao marketing, têm uma grande vantagem quando acessam conteúdos em inglês, pois normalmente as novidades e tendências surgem em países que o idioma nativo é o inglês.

5 – Ser inteligente na Blogosfera não é tão relevante quanto ser bem informado, quanto mais conhecimento acerca de um determinado assunto, mais interessante você se torna. Blogar, é a arma mais poderosa para gerar reputação, credibilidade e notoriedade junto aos visitantes e mesmo os mecanismos de busca.

6 – Além de todas as vantagens citadas acima, existe uma outra que é criar um funil para redirecionar seu tráfego para conversão (CTR) a outros canais de marketing, como redes sociais e cadastro para e-mails marketing. É facilmente possível você integrar seu blog a diversas ferramentas e meios de comunicação na internet, que servem para promover os conteúdos, até acompanhar os visitantes e mensurar resultados.

7 – Use tecnologias amigáveis que possibilitam a integração com plataformas conhecidas e relevantes para o público. Exemplo: WordPress.

8 – Levar a sério a usabilidade e layout, prezando sempre pela simplicidade de navegação e harmonia visual. Isso agradará muito o visitante e também propiciará o SEO amigável. Pense no seu blog de forma macro, ou seja, integrado à mesma identidade de todo o site, para não divergirem e o usuário acreditar que está em terra estranha.

9 – Pesquisar as palavras-chaves que serão abordadas é fundamental para trazer relevância e acesso para seu objeto de interesse, contudo não se restrinja a palavras diretas, busque também palavras de cauda longa, que nada mais é que frases onde contextualizam tais palavras principais. Por exemplo se meu interesse for SEO, posso pesquisar e utilizar termos tais como: “As melhores práticas e ferramentas para alavancar em SEO.”

10 – Um erro comum que observamos, é a falta de comprometimento com a frequência nas postagens. Esse comportamento normalmente faz você perder aqueles leitores fiéis, pois os mesmos têm uma necessidade periódica de se manterem atualizados, podemos até fazer uma analogia com os jornais impressos. Suponhamos que você assine um determinado jornal que só lhe envia um exemplar quando achar melhor. Você continuaria com esse jornal? O mesmo se dá com os blogs.

11 – Sair do óbvio, do convencional é importante para manter os visitantes alertas, afinal eles sabem que sempre pode surgir algum post inovador e inesperado. Que irá abordar um determinado assunto por uma ótica completamente distinta da maioria de seus posts, pode até mesmo esperar por uma assunto meio maluco, ou talvez engraçado.

12 – Por último, quero enfatizar o bom senso quanto à extensão dos anúncios, para que você não incorra no erro de publicar algo muito superficial e curto, assim como algo maçante e muito extenso, afinal o leitor não tem o dia por nossa conta.

Manter um blog é uma tarefa que requer coerência, organização, paciência, conhecimento e perseverança. Mas uma vez que você aprende como fazer, se torna algo prazeroso e valioso, pois além de ajudar as pessoas mantendo-as informadas, você adquire muito conhecimento também. 

Seja crítico consigo mesmo.

Criar um conteúdo de qualidade em um blog ou site de qualidade vai fazer as pessoas te procurarem mais, ficarem mais tempo na sua página e, consequentemente, a sua audiência e relevância aumentarão.

Com pessoas cada vez mais reconhecendo o seu trabalho, mais o Google entende que ele é relevante e mais o posiciona melhor. Perceba que uma coisa está ligada à outra, não é mesmo?!

E como nós nos importamos com a experiência do usuário, queremos saber se este artigo foi útil para você ou se você tem mais alguma dica sobre SEO para blog.

Deixe seu comentário e não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

 

Posts Relacionados

website
  • Data: 06.05.2021
  • Por: Por: administrador

Preciso criar um site: qual o primeiro passo?

Com o crescimento vertiginoso e popularidade da internet, se torna necessário seja para pequenas, médias ou grandes empresas ter um site a web. E para reforçar essa afirmação, pesquisas do Ibope revelam que somos 105 milhões de internautas no brasil, e ocupamos a 4º posição no mundo...

Saiba Mais

SEU NEGÓCIO NO TOPO?

VAMOS CONVERSAR

icone do titulo Certificações

semrush-logo
google-meu-negocio-logo
facebook-certificado-01
facebook-certificado-02
rd-station-certificado
parceiro-de-sucesso-certificado
imbound-certificado