Nossas últimas novidades

Home Inbound Marketing Inbound Marketing: aprenda como fazer o cliente vir até você

inbound-marketing-aprenda-como-fazer-o-cliente-vir-ate-voce

29.12.2019 | Por: administrador

Voltar

Inbound Marketing: aprenda como fazer o cliente vir até você

Na era digital em que vivemos, o comportamento do consumidor passou por grandes mudanças. Hoje, é ele quem dá as cartas em relação àquilo que deseja ou não consumir — e, juntamente com essa mudança de comportamento…

Na era digital em que vivemos, o comportamento do consumidor passou por grandes mudanças. Hoje, é ele quem dá as cartas em relação àquilo que deseja ou não consumir  — e, juntamente com essa mudança de comportamento, a metodologia para chegar até ele também deve mudar.

Esse novo perfil exige que as empresas que queiram se manter no mercado repensem suas estratégias de marketing de atração. A melhor forma de fazer isso é começar a utilizar o Inbound Marketing como principal estratégia para gerar e fidelizar clientes. Mas como fazer isso? É o que contamos no post de hoje.

Mas, afinal, o que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing é uma metodologia utilizada para atrair clientes de maneira, pode-se dizer, mais cortês. Ele é uma forma de marketing menos invasiva, ao contrário do método tradicional de marketing — o Outbound Marketing, também conhecido como marketing de intromissão, que é invasivo, com excessivos anúncios, banners, links patrocinados e outras práticas que, aliás, tem um custo bem maior.

O Inbound é o marketing permissivo, ou seja, que reconhece que o cliente só vai consumir o conteúdo que for de seu interesse.

A partir disso, os clientes se sentem mais confortáveis em saber mais sobre a empresa e vão despertando o interesse pelo produto ou serviço que ela oferece. Assim, vai criando uma relação saudável entre cliente e empresa a ponto de resultar em vendas.

Não é à toa que o Inbound Marketing é conhecido como marketing de atração, pois ele atrai o cliente usando conteúdos que são do interesse dele. Ou seja, o cliente chega até o seu negócio porque quis, porque achou interessante o que você disponibilizou, porque se familiarizou e etc.

Isso acontece com a gente, enquanto consumidores de dezenas de conteúdos na internet, diversas vezes, e muitas, nem percebemos que fomos atraídos pelo Inbound Marketing.

Imagine só que você está zapeando na opção de busca do seu integram. Normalmente fazemos isso em busca de assuntos que nos interesse, então, você encontra uma publicação ou um vídeo que te chama bastante a atenção, você começa a ler ou assistir, de repente entra no perfil, dá mais uma olhada, vê outros posts, assiste a outros vídeos, lê os comentários e, quando vê, já está lá seguindo a página.

Pronto. Você acaba de ser atraído pelo Inbound Marketing. Daí em diante, vai começar a acompanhar as publicações dessa página, visitar o site, o blog e tcharãaan: vai acabar comprando.

O inbound marketing é isso. E é isso que você vai aprender a fazer se continuar a leitura!

Inbound Marketing e Outbound Marketing

Citamos acima que o inbound marketing seria o oposto do outbound marketing, mas o que é outbound marketing?

Esse conceito remete à forma de fazer marketing de um jeito que já estamos bastante acostumados a ver: panfletos, contato direto por e-mail, whatsapp, telefone, estandes de vendas, banners e etc.

O custo das ações normalmente é mais alto, e nem sempre é possível medir com precisão os resultados sobre ações Outbound. Ao contrário do marketing de atração que, como já dissemos, atrai potenciais clientes pela relevância do conteúdo. O custo é menor, pois, muitas vezes, usa a própria internet para divulgar, mesmo que sejam patrocinadas as publicações representa um gasto bem menor, se comparado à produção de material gráfico, ligações e estandes, por exemplo.

 

Principais características do Inbound

  • comunicação aberta: marca e cliente se engajam em discussões e iniciativas, a interação é aberta e constante;
  • continuidade: em vez de interromper as pessoas, a mensagem da marca é passada de forma contínua, nos momentos mais convenientes para elas;
  • maior engajamento: a partir de um relacionamento de confiança criado pela constante geração de valor sem interrupções, o engajamento é maior.

Principais características do Outbound

  • comunicação unilateral: em um anúncio há pouca ou nenhuma interação. A marca fala e o público ouve;
  • interrupção constante: a experiência de consumo é pausada (muitas vezes a contragosto) para que a mensagem de venda seja divulgada;
  • menor engajamento: se o produto vendido não for o que a pessoa precisa, no momento certo, o anúncio vai ter pouco efeito sobre ela.

 

Veja agora os benefícios de investir em Inbound Marketing

Alcance o público certo

Fique certo de uma coisa: com o inbound marketing você vai alcançar o público que realmente gosta e tem interesse no seu conteúdo. Lembra que você vai atraí-lo? Pois é, ninguém é atraído para um local que não se identifica. E, com uma audiência mais qualificada, as chances de conversão aumentam significativamente.

 

Relacione com cliente

O inbound marketing tem uma estratégia de conteúdo completamente voltada para as necessidades da sua persona, ou seja, entendendo o que o seu público, de fato, deseja, você se aproxima e se relaciona com ele.

A partir daí, seu público estará mais aberto a ouvir suas recomendações e dicas do que estaria sem uma estratégia de conteúdo focada nas necessidades deles.

Torne-se mais persuasivo

Entenda a persuasão de uma forma mais inteligente. Não se trata de manipulação. Com o inbound marketing, você vem maturando o seu cliente, mostrando a ele por que o seu negócio vale a pena.

Na hora de decidir pela compra ou não, ele vai levar em consideração todo esse histórico. Diferente se você tivesse que fazer o cliente engolir goela abaixo a sua proposta.

Ciclo de vendas menor

Ciclo de vendas é o tempo que sua empresa gasta desde o contato inicial até o fechamento da venda, considerando todas as etapas da jornada. Uma das muitas utilidades do Inbound é reduzir o tempo necessário para levar alguém a comprar.

Isso acontece porque com um conteúdo de qualidade, as pessoas tendem a se interessar mais pelo seu negócio e se sentem mais supridas quanto as suas necessidades, o que as levam a decidir com mais rapidez pela compra.

Mensure os resultados

No Inbound Marketing, os resultados e processos são mais facilmente mensuráveis. E quando se fala em marketing, resultado é a palavra de ordem.

Quando usamos o marketing de atração temos a possibilidade de checar os resultados em tempo real, seja avaliando o tráfego do nosso site, redes sociais, taxa de conversão, entre outras métricas.

Ou seja, com o inbound marketing é possível avaliar com precisão o desempenho para manter ou alterar as estratégias.

 

Etapas do Inbound Marketing

A metodologia do Inbound Marketing segue uma sequência lógica de etapas. Toda estratégia de sucesso deve passar pelas seguintes fases: Atrair, Converter, Fechar e Encantar.

Mas antes, vamos entender a diferença entre persona e público-alvo, pois toda estratégia do marketing de conteúdo deve ser montada pensando na sua persona.

 

PERSONA # PÚBLICO-ALVO

Sua empresa deve decidir quais pessoas quer atrair — elas formarão seu público-alvo. É obvio que ela não conseguirá abranger todo o mercado. Por isso, uma forma de não perder tempo nessa etapa é procurar criar uma buyer persona — uma criação fictícia do cliente ideal para seu negócio. É diferente de público-alvo, pois trata-se de uma descrição mais fidedigna.

 

Persona:

Marcelo tem 33 anos. É publicitário, solteiro e mora sozinho. Nas horas vagas, gosta de andar de skate e sair com os amigos. Viaja cerca de 4 vezes ao ano e não se importa em viajar sozinho. Marcelo trabalha em uma agência e costuma ter pouco tempo para organizar as suas viagens, por isso, prefere ter uma equipe de confiança, que já conhece as suas necessidades e gosto, para organizar as suas viagens.

Público-alvo

Homens, de 25 a 40 anos, trabalham em empresas médias. Renda salarial entre 4 e 8 mil.

Definindo a persona, é hora de traçar as estratégias de conteúdo dentro da sua jornada de compra.

 

 

Conhecendo as fases do inbound marketing e como trabalhar em cada uma delas

 

1-         ATRAIR:

Engajar o público e torná-lo cada vez mais propenso a consumir o serviço. Como?

– Blog

– Assuntos atrelados ao nosso público.

– Conteúdos informativos

– Dicas

– Histórias

– Textos otimizados com as técnicas de SEO e palavras-chave

– Compartilhamento em redes sociais.

– Publicações semanais

Fase em que iremos construir a identidade da nossa empresa, solidificar a marca e atrair desconhecidos para serem visitantes em nosso site.

2-         CONVERTER

É a fase em que tentaremos converter este visitante em lead e dar prosseguimento na jornada. O usuário chegou ao seu site através de algumas das estratégias citadas no tópico anterior — agora, o objetivo principal é conseguir convencê-lo, transformá-lo em um lead. Essa é a hora de utilizar o famoso call to action — frases no modo imperativo para incentivá-lo a tomar uma decisão que o redirecione a uma landing page, por exemplo. Saiba mais sobre o que é uma Landing Page, clique aqui.

Isso pode ser feito em troca de benefícios que agregue algum valor ao lead, como o oferecimento de um e-book ou um link para outro artigo que tenha a ver com seu buyer persona. Nesse momento, começa o diálogo!

– Landing pages

– Oferta/conteúdo isca: pensar de acordo com a persona. Que tipo de dor eu posso solucionar por meio de uma oferta na landing page?

3-         FECHAMENTO

Fase da venda propriamente dita e nutrição do lead, que passa a ser uma oportunidade. Para alguns, essa é uma das fases mais difíceis. Nesse passo, é necessário fazer a nutrição adequada dos leads — o que pode ser alcançado através de e-mails personalizados, por exemplo. Você vai interagindo com o cliente até conseguir convencê-lo a tomar a decisão esperada, ou seja, concluir a compra.

Processos básicos: Contato telefone, whatsapp.

Em conteúdo:

– Email-marketing (Nutrindo a oportunidade)

– Conteúdo direcionado, linguagem atraente, layout amigável, gatilhos mentais.

– Deve ser usado periodicamente.

4-         ENCANTAMENTO

De todas, acreditamos ser a mais importante. Fidelizar é mais importante que atrair.O cliente fiel vira advogado da marca e promove a melhor de todas as ações de marketing: o boca a boca.

Sua empresa percorreu toda essa jornada para ganhar o cliente e fazer a venda — agora, é hora de usar estratégias para mantê-lo por perto! Lembre-se — esteja sempre presente na hora certa e no lugar certo. Mantenha o canal de contato aberto, encante-o com conteúdos novos e torne-o um divulgador de seu produto.

Essas são as principais etapas para fazer com que o cliente venha até você — mas outras estratégias também são muito importantes durante o processo de encantamento. Dentre elas, destacamos:

– Promoções exclusivas

– Conteúdos personalizados

– Listas VIPs

– Aniversariantes

 

O Inbound Marketing é uma poderosa estratégia do marketing de atração, fazendo com que o cliente mostre interesse por sua marca de forma espontânea — e, então, inicie um diálogo porque encontrou credibilidade em sua empresa.

E aí, pronto para atrair mais clientes com o Inbound Marketing? Tem dúvidas ou sugestões? Deixe seu comentário e conte pra gente!

 

Posts Relacionados

marketing-de-conteudo-7-dicas-de-SEO-para-textos
  • Data: 16.09.2021
  • Por: Por: administrador

Marketing de conteúdo: 7 dicas de SEO para textos

No marketing de conteúdo, a maneira como o texto é escrito e estruturado pode influenciar no posicionamento em que o site de uma empresa aparece nos mecanismos de buscas. Sendo assim, preparamos 7 dicas de SEO para textos...

Saiba Mais

SEU NEGÓCIO NO TOPO?

VAMOS CONVERSAR

icone do titulo Certificações

semrush-logo
google-meu-negocio-logo
facebook-certificado-01
facebook-certificado-02
rd-station-certificado
parceiro-de-sucesso-certificado
imbound-certificado

Fale conosco pelo Whatsapp