Nossas últimas novidades

Home Sites Quais são os elementos de um website com qualidade profissional?

quais-sao-os-elementos-de-um-website-com-qualidade-profissional

08.09.2021 | Por: administrador

Voltar

Quais são os elementos de um website com qualidade profissional?

Um website profissional é o cartão de visitas e a vitrine do seu negócio. É ali que os alicerces, serviços, produtos e diretrizes da sua empresa são expostos e vendidos para o mundo. Portanto, existem algumas características básicas…

Um website profissional é o cartão de visitas e a vitrine do seu negócio. É ali que os alicerces, serviços, produtos e diretrizes da sua empresa são expostos e vendidos para o mundo. No entanto,  existem algumas características básicas que devem ser incorporadas ao site para que a comunicação feita pela página seja efetiva.  Mas e aí, você já sabe quais são os elementos básicos de um website com qualidade profissional?

 

Em 2019 existiam cerca de 930 mil sites dedicados ao comércio eletrônico no Brasil, segundo o estudo “Perfil do E-commerce Brasileiro”, feito pela BigData Corp e PayPal. Em relação ao anterior, houve crescimento de 37,5%. Os dados, de antes da pandemia, já revelavam a importância em se manter um endereço eletrônico. O levantamento analisou também 23 milhões de websites voltados ao mercado brasileiro e constatou que metade deles estão ativos e cerca de 4 milhões são portais corporativos. 

 

Ou seja, as empresas estão presentes na internet não apenas para vender seus produtos, mas também para existir para o público. Além de criatividade e design, é importante ficar atento às particularidades que vão deixar seu site com aquela cara “profissinal”. Na internet já não se aceitam mais trabalhos amadores. Quando for contratar uma agência para esse trabalho, por exemplo, investigue, conheça os websites que ela já entregou e veja se realmente está condizente com as novas demandas estéticas e, claro, operacionais, que são fatores determinantes para que seu site seja bem ranqueado nas buscas da web. 

 

1) Gramática caprichada

Erros de ortografia transparecem ao cliente descuido e desatenção. Por mais que seja um erro de digitação, qualquer vogal ou consoante fora do lugar correto gera um incômodo no leitor. Revise os textos de categoria, descrições dos produtos e dos serviços. Se seu website contar com um blog embutido, atenção redobrada a cada post enviado.

 

Caso terceirize a produção de conteúdo, certifique-se que o redator está revisando os textos publicados e que não está copiando trechos de nenhum outro lugar – além de criar uma saia justa para a empresa diante dos clientes, casos de plágio ainda podem ir parar na justiça, pois é crime previsto lei. 

Não adianta de nada ter uma excelente estratégia de divulgação na internet, mas pecar no cuidado com a sua escrita. 

O tom de voz também entra nesse quesito. Os textos devem ter mais ou menos o mesmo nível de vocabulário. Se seu cliente ou público é mais simples, pode abusar de palavras mais comuns, mas sempre se lembrando, que a linguagem escrita é a formal e deve seguir as regras ortográficas vigentes. O internetês pode até ser incluído em alguns ambientes ou texto, mas não esqueça de avaliar se as gírias serão entendidas pelo seu público. Cuidados extremos com a linguagem nunca é demais. Uma crise pode ser criada com uma vírgula fora do lugar, ou uma palavra usada equivocadamente. 

 

Como a internet é um meio de comunicação que chega muito rápido até as pessoas, da mesma maneira em que você consegue resolver rápido, um print já pode ter sido feito e o estrago já está instalado. Nada de abreviações como vc, fds, entre outras. Escolha escrever as palavras completas e corretamente. Isso vai criar mais confiança no seu leitor. 

 

2) Domínio próprio

O domínio é como o nome completo do seu site. Investir em um domínio próprio significa ter direito a uma URL personalizada, como http://www.nomedasuaempresa.com.br, por exemplo. Isso passa mais autoridade,  seriedade, segurança, comprometimento e confiança aos clientes, além de melhorar muito o posicionamento do seu site no Google, já que o buscador interpreta o domínio próprio como um indicador de maior relevância em relação a um blog ou subdomínio.

 

Os únicos pré-requisitos para o uso de um domínio personalizado no Google Sites são possuir um domínio e ter um site publicado no Google Sites. Ele ainda te dá direito a ter e-mails com o nome escolhido, o que oferece uma credibilidade maior no meio empresarial e claro no relacionamento com os clientes. 

 

Um domínio na internet é formado pelo nome escolhido mais a extensão: www.nomedasuaempresa (nome)

.com.br, .com, .net (extensão) 

 

Quanto mais fiel ao nome da sua empresa o domínio for, melhor. Assim quando alguem buscar na internet pode ela, as chances do seu site aparecer é bem maior. É importante lembrar que domínios são únicos e não vai existir jamais dois sites com mesmo domínio. Inclusive, é comum grandes empresas investirem em diferentes domínios, mudando apenas sua extensão. Por exemplo, google.com e google.com.br são dois domínios diferentes, mas que levam a mesma página. Se você garantir que o nome de sua empresa não seja usado por outras pessoas, trocando apenas  a extensão, o ideal é pagar pelos domínios mais comuns. 

 

3) O layout perfeito

Escolher o template para seu site parece uma etapa fácil do processo de programação, mas não é bem assim. O layout certo une dois pilares: desenvolvimento e design. É preciso que seja bonito, com cores que transparecem os valores da empresa de acordo com a psicologia das cores e harmonioso aos olhos do cliente. 

 

Entretanto, também é preciso que seja útil e funcional, carregue rapidamente, seja clean e não atrapalhe a navegação dentro do website com recursos gráficos numerosos. Um trabalho complexo que exige um time de peso concentrado na tarefa.

 

Busque também manter o layout sempre atualizado. Alguns plugins, templates e funcionalidades tornam-se obsoletos ou deixam de funcionar para a usabilidade de seu site com o passar do tempo. Fique de olho e dedique uma atenção especial a esse tipo de detalhe.

 

4) Versão mobile

O celular já é o mecanismo mais utilizado pelo brasileiro para acessar a internet.  A pesquisa TIC Domicílios apontou que 58% dos brasileiros em 2019, acessavam a internet  exclusivamente pelo telefone celular. O estudo indicou que a conexão estava disponível para 74% da população, o que correspondia a 134 milhões de pessoas, e em 71% dos lares no país.

 

O telefone celular foi praticamente “universalizado” entre os internautas brasileiros: 99% dos ouvidos relataram possuir o aparelho. Esta modalidade era menor até 2014, quando estava em 76% dos internautas, e se tornou a principal a partir de 2015.

 

Portanto, é imprescindível pensar nessa fatia significativa do público na hora de programar o site. É fundamental que haja uma versão funcional para tablets e smartphones, que carregue rapidamente, tenha um design apresentável e ofereça todos os recursos que a versão desktop oferece.

 

   QUAIS SÃO OS ELEMENTOS DE UM WEBSITE COM QUALIDADE PROFISSIONAL


 

5) Layout que funcione em vários navegadores

Se um cliente acessa seu website através de seu navegador preferido e a página não carrega, ele não vai mudar de navegador: vai mudar de site. Para não perder o acesso, invista em um site idealizado para rodar com perfeição nos principais navegadores disponíveis no mercado.

 

Hoje no mercado existem mais de 2 dezenas de navegadores que funcionam com base nos 10 mais utilizados. É possível, inclusive, testar o funcionamento em diferentes navegadores e sistemas operacionais mesmo que não possa instalar o Linux, ou porque você já está usando o Windows 7 e não pode mais usar o Internet Explorer 7. O Browsershots pode te ajudar nessa tarefa.

 

O importante é garantir que ao ser acessado de diversas plataformas, seu site tenha qualidade e legibilidade. 

 

Gostou das dicas? Aplique já no website de sua empresa e prospecte novos clientes através de um website objetivo e funcional!

 

Posts Relacionados

erros-comuns-de-usabilidade-que-o-seu-site-não-pode-cometer
  • Data: 12.08.2021
  • Por: Por: administrador

4 erros comuns de usabilidade que o seu site não pode cometer

Atualmente muitas empresas estão investindo na criação de sites com o objetivo de iniciar uma presença digital no entanto, é preciso ter cautela para que essa atuação não seja um fracasso. Um dos principais motivos desse insucesso na internet...

Saiba Mais
por-que-pequenas-empresas-precisam-criar-um-site
  • Data: 10.08.2021
  • Por: Por: administrador

Por que pequenas empresas precisam criar um site?

Qual é a primeira coisa que você faz quando tem alguma dúvida, quer saber o preço de algum produto ou o orçamento necessário para um serviço? Se a sua resposta não foi “procuro no Google” você é uma exceção em um mundo cada vez mais digital.

Saiba Mais

SEU NEGÓCIO NO TOPO?

VAMOS CONVERSAR

icone do titulo Certificações

semrush-logo
google-meu-negocio-logo
facebook-certificado-01
facebook-certificado-02
rd-station-certificado
parceiro-de-sucesso-certificado
imbound-certificado

Fale conosco pelo Whatsapp