Como escrever para blog do zero: dicas e roteiro

17.09.2020 | Por: administrador

Com o intuito de aumentar as vendas muitos empreendedores estão preocupados em escrever para blog e criar conteúdos que agradem aos leitores e os inspirem a interagir com sua empresa,  o que pode resultar em vendas futuras.

Ultimamente tem-se ouvido muito que o conteúdo é o “REI”, e isso faz com que uma grande quantidade de conteúdos sejam criados, mas é aí que está o problema, o que vale não é a quantidade e sim a qualidade e relevâncias para os usuários.

Além disso, uma queixa bastante comum, principalmente de quem ainda está começando a dominar as estratégias de marketing digital é não saber como escrever ou qual a melhor forma para fazer um bom post para blog ou rede social.

É claro que escrever é um ato bem subjetivo e não existe necessariamente uma receita de bolo, mas alguns passos são fundamentais para conseguir um texto atraente.

Neste post mostraremos algumas dicas essenciais para construir um conteúdo de qualidade.

Precisa de ajuda com o planejamento do seu blog?

Comece hoje mesmo a otimizar seu marketing orgânico.
Comece agora

 

Conheça suas Personas

Todo ramo de negócio tem seu público-alvo (clientes), basta entendê-los e criar uma persona, que nada mais é que uma representação fictícia do seu público-alvo, que abarca as características psicodemográficas como:

  • Idade,
  • Sexo,
  • Localização Geográfica,
  • Qual problema que enfrentam,
  • Qual média salarial,
  • Como seu produto pode ajudá-lo,
  • Nível de escolaridade,
  • Cargo e Ocupação, dentre outros.

Deve-se pensar em como a persona vai reagir ao ler o conteúdo. Muitos empresários acabam criando personas genéricas e abrangentes, o que atinge uma diversidade muito grande de públicos, e por sua vez geram conversões indesejadas, por isso deve-se analisar e pesquisar bem o perfil ideal para assim atingir o público que tenha interesse e reúna as características de possíveis clientes (compradores).

Ou seja, se a sua audiência gosta de atividades físicas você pode produzir conteúdos sobre dicas de treino, alimentação, calçados e roupas adequadas, entre outros, quanto mais específico nesse conteúdo, melhor.

Por exemplo, em vez de fazer um texto sobre a importância de praticar atividade física (eles já sabem, por isso praticam) fale sobre a diferença técnica entre um exercício e outro na academia, por exemplo, o que comer antes e depois de cada tipo de atividade com foco em emagrecimento ou ganho de massa.

Conhecer a persona nos faz conseguir escrever especificamente para ela, na verdade, ela tem essa sensação de que aquele conteúdo foi “advinhado”. É como se ela dissesse: “Nossa, era exatamente isso que eu queria saber. Vou começar amanhã mesmo”.

Aqui no nosso blog fizemos um artigo que fala tudo que você precisa saber sobre personas e público-alvo, dando, inclusive, dicas de como elaborar a sua buyer persona.

Faça uma lista de assuntos

Sabendo quem é a sua persona você já sabe qual o nicho de assunto trabalhar. Faça uma lista de assuntos. Você pode fazer isso junto com a sua equipe, se você tiver, ou sozinho (a) mesmo (a). Essa lista pode ser feita semanalmente, quinzenalmente, a depender da frequência de suas postagens.

Aliás, a frequência de postagem também é um fator essencial para manter um blog ativo, mas isso é assunto para outro post.

Voltando aqui para a nossa lista de assuntos para escrever.

Sabendo que nosso público gosta de atividade física, como no exemplo anterior, vamos separar 3 possíveis assuntos que serão atraentes para essa galera, vamos lá:

1-         Diferenças entre modalidades de atividades

2-         Calçados adequados

3-         Tipos de alimentos para cada atividade

Com os assuntos elencados, é hora de por a mão na massa. Siga na leitura e veja os próximos passos.

Do genérico ao específico: detalhando o assunto

No tópico anterior, listamos os nossos assuntos principais que poderão ser desenvolvidos dentro do universo da atividade física, como é o caso do nosso exemplo.

São assuntos amplos e que comportam uma variedade de assuntos derivados e mais específicos dentro de cada temática. Esses assuntos gerais são o que vai nortear o nosso processo para começar a escrever um post para blog.

Dentro desses assuntos, portanto, desenvolva os tópicos específicos, pois é a partir do tópico específico que a escrita começará a ganhar corpo. Vejamos os exemplos:

1-         Diferenças entre modalidades de atividades: crossfit ou musculação para ganho de massa muscular

2-         Calçados adequados: tênis com amortecedor é ou não recomendado para a prática de musculação?

3-         Tipos de alimentos para cada atividade: visando emagrecimento, o que comer antes e após o treino?

Percebe a evolução do tópico genérico para o específico?

Pois então, o processo de escrever um bom post para blog passa por esses passos. Veja como facilita o desenvolver das ideias quando você começa a categorizar os assuntos.

Faça títulos cativantes

O título de um post é a primeira coisa que o leitor vai ter contato, portanto deve ser pensado e criado de  forma que atraia a atenção dos leitores fazendo com se interessem e leiam o resumo do conteúdo. É de se perceber que a maioria dos títulos usados é muito genérica.

Um bom título carrega em si a essência do texto, vejamos alguns aspectos de como o senso de urgência e curiosidade devem ser levados em consideração ao se pensar na hora da construção de um título, veja dois exemplos:

1 – Entenda como cativar seus clientes e gerar conversões para sua empresa.

2 – Quer gerar mais conversões? Entenda como cativar seus clientes.

Qual dos títulos mais despertou sua atenção? Normalmente o segundo, pois quando desperta curiosidade do leitor a tendência é de gerar um clique.

Uma boa tática para a construção de títulos impossíveis de ser ignorados é o uso dos gatilhos mentais. Gatilhos mentais são estímulos recebidos pelo nosso cérebro que influenciam diretamente a nossa tomada de decisão. Saber estimular esses gatilhos é uma poderosa arma de persuasão e geração de resultados para marketing e vendas.

Os gatilhos mais usados são:

Gatilho da escassez: Quando algo é escasso, você tende a demonstrar mais interesse, portanto trabalhar títulos que sugerem a escassez de algo é interessante para atrair a atenção do leitor que vai ficar com medo de perder aquilo.

Gatilho da novidade: esse é bem autoexplicativo, não é mesmo?! Tudo que é novidade costuma atrair as pessoas.

Gatilho da urgência: o senso de urgência faz com que seu cérebro entenda que você precisa logo daquilo. É uma forma de despertar a atenção para que o leitor leia, sem cerimônias, o seu texto.

Gatilho da Prova Social: Quando você está andando na rua é vê uma certa quantidade de pessoas na porta de uma loja, isso logo te chama a atenção. Todos saem segurando as sacolas de compras, e você começa a perceber que se todas essas pessoas estão ali fazendo compras é porque aquele produto deve ser realmente bom e, mesmo que fosse uma promoção, se o produto não fosse de qualidade não atrairia tanta gente.

Essa é Prova Social. Nós tendemos a acreditar que se todos estão usando é porque vale a pena. Construir posts para blog que remetem ao gatilho da prova social também é uma boa estratégia de escrita.

Organize o conteúdo

Entregue uma leitura fácil e agradável para o leitor.

Todos nós já tivemos a experiência de uma leitura pesada, um texto longo e denso. O ideal é fugir disso e elaborar um texto escaneável e leve.

Para isso, use tópicos e subtópicos para facilitar a leitura, assim o leitor consegue “bater o olho” no texto e já buscar aquilo que ele procura. Use também imagens e infográficos, bullet points, itálico e negrito, listas.

 Revise seu post

Depois de escrever não pense que o trabalho acabou aí. É hora de revisar e corrigir a formatação.

Um texto com uma formatação desajustada, além de prejudicar a experiência do leitor incorre também em uma impressão de desleixo por parte de quem escreveu.

Além disso, erros gramaticais também reforçam a falta de competência técnica e pode resultar em uma avaliação negativa do seu post.

Mas cuidado, o ideal é que você deixe para revisar algumas horas após o término do texto ou mesmo no outro dia. É que quando estamos focados, muitas vezes não percebemos os possíveis erros, é como se estrássemos  no automático.

E se você não tem um bom domínio da gramática, peça ajuda a algum colega com um pouco mais de conhecimento para revisar o seu texto.

Conteúdo visual: use imagens

Não é à toa que existe o ditado: uma imagem fala por mil palavras. O uso de imagens de qualidade tem ganhado cada vez mais espaço nos artigos de qualidade e fora que também são um critério de SEO para blog, dando mais fluidez e tornando a leitura mais agradável

Mas como usar as imagens no seu artigo? Fizemos um artigo sobre os melhores bancos de imagens gratuitos.

Os robôs do Google ainda não “lêem” as imagens completamente. Por isso, é você quem tem que “dizê-los” do que se trata aquela imagem, por meio da alt tag.

A alt tag nada mais é do que uma descrição da imagem, caso a página não consiga ser carregada, permitindo que os robôs possam identificar a relação daquela imagem com o seu texto. Além disso, suas imagens podem ser encontradas por algum usuário que fizer a pesquisa específica por conteúdos visuais no Google Images.

Sempre forneça uma solução

A vantagem de ter um conteúdo envolvente é que acaba mostrando ao cliente que você domina o assunto, transmitindo confiança e credibilidade, o que é essencial para ele tenha a segurança e a certeza que encontrou a solução do seu problema.

Caso você esteja vendendo um produto, é necessário que dê o máximo de informações sobre suas características, sobre o uso, os benefícios e malefícios, o que irá demonstrar aos leitores que você é sincero e mostra tudo que envolve o seu produto ou serviço. E, que acima de tudo, você valoriza a confiança e o bom relacionamento.

Ações como inspirar conversas em comentários e enviar sugestões através de uma Newsletters irá naturalmente gerar reconhecimento da marca, e por sua vez, aumentar o número de visitantes no site e também possíveis vendas futuras.

Uma vez que você solucionou o problema do leitor com o conteúdo, é fundamental você conduzi-lo a uma próxima ação, de forma que gere um loop infinito, seja oferecendo outros posts com assuntos relacionados, deixando comentários ou mesmo se cadastrando para receber via e-mail novos conteúdos e materiais ricos, como e-books, webinar ou infográficos.

Comece agora
 

Mostre provas de que seu produto/serviço vale a pena

Criamos títulos amigáveis, identificamos a persona e fornecemos as soluções. Apesar de tudo ser indispensável para um conteúdo de qualidade, sem as provas para mostrar a qualidade do serviço/produto, tudo não passou de palavras vazias.

Quando mostramos provas validamos as informações anteriormente ditas, e isso faz com que ocorra um grande efeito nas conversões.

Exemplo:

– Comentários: procure sempre manter comentários positivos e links em sites de reputação.

– Depoimentos: coloque os depoimentos de clientes satisfeitos, com nomes e fotos.

Conseguir visitantes para o site é algo difícil, algumas vezes caro e complicado, levando em conta que eles provêm da busca orgânica, links patrocinados ou mídias sociais.

Sendo assim, é necessário construir um conteúdo de qualidade que fidelize o público e também aproveitar para convertê-los em prósperos compradores, obtendo assim um ROI satisfatório.

Saiba que a qualidade de um conteúdo é baseada na capacidade que o mesmo tem de fidelizar os leitores, convertendo-os em seguidores fiéis, e futuramente em possíveis clientes.

Mantenha o seu blog sempre atualizado com posts de qualidade, inclua Call-to-Action nos posts, compartilhe os mesmo nas mídias sociais e sempre que possível, envie-os por e-mail a sua base de leads cadastrados através da Newsletter.

Monitore seus clientes e a maneira como navegam no site, o Remarketing é uma ótima solução que ajuda a converter leitores em clientes.

Essas foram as nossas dicas sobre como escrever para blog. Espero que você possa aproveitá-las ao máximo para elevar a qualidade dos seus textos e atrair cada vez mais leitores para o seu blog!

Além dessas dicas, quais outras você costuma usar na hora de escrever aquele post exxxperto?! Conta aqui pra gente!

Posts Relacionados

saiba-quais-sao-os-piores-erros-de-SEO-e-como-evita-los
  • Data: 14.07.2021
  • Por: Por: administrador

Saiba quais são os piores erros de SEO e como evitá-los

Nos últimos anos, o Google lançou diversas atualizações e novas políticas que permitem a todos os sites e blogs ficarem bem posicionados em seu sistema de busca. Porém, muitos profissionais ainda insistem em ignorar essas novas regras...

Saiba Mais
website
  • Data: 06.05.2021
  • Por: Por: administrador

Preciso criar um site: qual o primeiro passo?

Com o crescimento vertiginoso e popularidade da internet, se torna necessário seja para pequenas, médias ou grandes empresas ter um site a web. E para reforçar essa afirmação, pesquisas do Ibope revelam que somos 105 milhões de internautas no brasil, e ocupamos a 4º posição no mundo...

Saiba Mais

SEU NEGÓCIO NO TOPO?

VAMOS CONVERSAR

icone do titulo Certificações

semrush-logo
google-meu-negocio-logo
facebook-certificado-01
facebook-certificado-02
rd-station-certificado
parceiro-de-sucesso-certificado
imbound-certificado

Fale conosco pelo Whatsapp