Aprenda chamar a atenção das pessoas certas

26.02.2020 | Por: administrador

Que a criação de conteúdo é uma etapa importante do marketing digital, principalmente do inbound marketing, todo mundo que tenha lido o básico sobre o assunto sabe. Entretanto, o conteúdo por si só não é o suficiente para garantir a geração de Leads para seu web site.

Se você está produzindo conteúdo otimizado para SEO há muito tempo e não está obtendo os resultados almejados, ou seja, é hora de sentar, respirar e rever suas técnicas de segmentação. 

Será que você está visando o público-alvo correto e, caso afirmativo, será que está buscando os melhores caminhos para isso, por exemplo?

No artigo de hoje vamos ver algumas técnicas importantes sobre conteúdo segmentado. O que é, como fazer e, sobretudo, quais os principais benefícios!

Vamos com a gente?!

 

O que é conteúdo segmentado?

Vamos lá! Você precisa escolher o presente de aniversário de um amigo seu. O que você faz?

Certamente, você pensa no que ele pode gostar para não dar um presente genérico demais, não é mesmo?

Conhecendo bem o seu amigo e as preferências dele você sabe que se você der algo relacionado à tecnologia, por exemplo, ele vai amar. E vai pensar: Puxa, como ele foi atencioso comigo! Escolheu um presente que tem tudo a ver comigo!

Ele vai ficar feliz e você também!

No entanto, se o presente é para uma pessoa que você não tem intimidade e não conhece os gostos, você pode, simplesmente, dar uma caixa de chocolates, por exemplo. Bastante genérico e (quase) todo mundo gosta, não é?!

Mas mesmo assim você corre o risco de errar e aquela pessoa ser diabética e não curtir o presente! Rsrs Que situação, né!

Pois é. O conteúdo segmentado é exatamente isso. É dar o presente que você tem certeza que a pessoa vai gostar. É entregar um conteúdo tão a cara de quem vai lê-lo que, simplesmente, ela vai se sentir especial e única, como se tivesse ganhando, de fato, um presente.

Mas, se por outro lado, você não conhece quem vai ler o que você está escrevendo pode acontecer como a caixa de bombons: apesar de ser genérico, pode ser que surta o efeito contrário e o seu conteúdo seja rejeitado, o que é bastante ruim para as suas estratégias de marketing digital, por exemplo.

Exemplos de conteúdo segmentado

Aqui no blog da Atom fizemos um artigo sobre as mais efetivas iscas para gerar leads qualificados. Ok. Qualquer pessoa que tenha interesse em marketing digital poderá se interessar pelo tema.

Mas temos ainda um artigo que mostra como aumentar a taxa de conversão no seu e-commerce. Aqui, se você não trabalha com e-commerces, certamente, não será atraído para a leitura deste post. Entende?!

Pense bem: se você se interessa por Marketing Digital e vê um conteúdo sobre o assunto voltado para o seu negócio, é muito mais provável que você vá acessá-lo do que se for mais um conteúdo genérico sobre o tema, certo?

Assim você passa a entender muito mais a sua audiência e oferece soluções cada vez mais personalizadas para ela, o que melhora a qualidade dos leads que chegarão para a equipe de vendas e, consequentemente , a taxa de conversão.

Entretanto, como começar a segmentar e personalizar cada vez mais o seu conteúdo? 

É o que vamos ver agora nas nossas dicas sobre segmentação de conteúdo.

1) Conheça o funil de vendas 

Também chamado de pipeline, o funil de vendas é uma estrutura que serve para emular cada uma das etapas do seu cliente até chegar à compra (ou no fechamento do contrato, dependendo da área de atuação da sua empresa). 

O funil possui três níveis: o topo, o meio e o fundo ou final. Se você já viu um funil, deve se lembrar que o topo é a parte mais larga, em que passam quantidades maiores. No topo do funil, passa um grande número de visitantes que entram em seu site sem fazer ideia da sua demanda, produto ou serviço. 

É preciso criar maneiras de tornar esse usuário em um cliente, conduzindo-o até o fim do funil. No marketing digital, a ideia é gerar Leads para alcançar seu objetivo. Quando falamos em content marketing, sobretudo em produção de conteúdo, ou seja, estamos falando dessa etapa do funil.

O meio do funil representa a etapa em que o cliente já sabe que quer ou precisa do seu serviço, porém, ainda não está totalmente certo se irá contratá-lo.

Fundo do funil

Por fim, no fundo do funil, o cliente segue por um caminho decisivo, compara empresas e decide em qual delas realizará sua compra – e a realiza. 

O objetivo é que a tal empresa seja a sua. Pense na estrutura do funil de vendas na hora de criar conteúdo.

Comece a bolar uma estratégia que conduza o cliente para as próximas etapas do funil. Ou seja, se você quer vender, não crie conteúdo apenas por criar.

Cada etapa do funil requer um tipo de conteúdo segmentado. Por exemplo, para o topo do funil, você precisa investir pesado nas técnicas de SEO e palavras-chaves, são elas que ajudarão você a atrair os primeiros visitantes. Essa seria uma segmentação mais ampla porque é o primeiro contato.

Ou seja, você precisa atrair pessoas que gostam de X assunto (o assunto do seu site ou blog, por exemplo.) Se você tem um blog de moda, então para esta primeira etapa seria interessante produzir conteúdos que falam de moda de uma forma geral para que as pessoas comecem a chegar no seu site.

Uma vez ali dentro, a segmentação de conteúdo começa a ficar mais específica. Você pode, por exemplo, produzir uma landing page ou solicitar o preenchimento de um formulário que entregará a aquele usuário um conteúdo mais personalizado.

Fizemos um artigo aqui na Atom em que mostramos, na prática, como funciona o funil de vendas. Vem ver!

2) Defina a persona

Para segmentar um conteúdo de forma que conduza a pessoa através do funil, no entanto, você precisa conhecê-la. Em marketing digital, não importa apenas o público-alvo.

Segmentar conteúdo não é meramente definir que seus posts precisam atingir, digamos, mulheres de 35 a 60 anos que não querem desenvolver rugas. Isso não é o suficiente. E é aí que entra a persona.

A persona (também conhecida como buyer persona) é uma espécie de personagem hipotética criada para facilitar a segmentação de conteúdo da sua empresa. É a personalidade do cliente ideal a ser levado pelo funil de vendas. Você precisa criar uma persona e criar conteúdo para ela.

No nosso exemplo, a persona seria Sílvia Pereira, diretora de uma escola particular, divorciada, mãe de dois filhos adolescentes. Gosta de arte e cultura, vai regularmente ao cinema, cuida de sua saúde e pratica esportes como um estilo de vida. Alimenta-se bem, é vaidosa e preza por tempo para si mesma. Reserva uma parte do orçamento mensal para comprar roupas, maquiagens e outros produtos estéticos. Voilá! 

Definindo uma persona, você tem muito mais embasamento para produzir seu conteúdo e solidifica sua segmentação, obtendo os resultados almejados.

Veja tudo sobre como elaborar a sua persona no artigo completíssimo que preparamos aqui.

Interaja com a sua audiência através do conteúdo

Essa é uma forma poderosíssima de personalizar o seu conteúdo. Já ouviu uma frase que diz: se você não conta o que te incomoda, você nega ao outro a oportunidade de reparação?!

É basicamente isso. Se você não der ouvidos ao que a sua audiência tem a dizer, você jamais conseguirá entendê-la em suas necessidades.

Por isso, seja no site, por e-mail, blog ou redes sociais, interaja com o seu público, responda aos comentários, pergunte se ele gostou ou não e por que. Assim você vai se aproximando dele cada vez mais, a ponto de saber o que ele, de fato, está procurando e então produzir o conteúdo segmentado de acordo com as preferências dele.

Faça testes e descubra as preferências da sua audiência

Os testes são ferramentas bastante úteis para conhecer a sua audiência. Muitas vezes uma sutil diferença pode render melhores resultados e aceitação.

Faça teste no seu site, blog, email ou redes sociais. Por exemplo, ao enviar um e-mail, estabeleça dois parâmetros de análise. Em um você usa determinada linguagem, em outro você altera a forma de comunicação e então veja qual foi mais aberto e aceito.

Por exemplo, vamos supor que você trabalhe em uma escola de dança, você pode mandar um e-mail marketing chamando os alunos de “clientes” e em outro chamá-los de “dançarinos”, por exemplo. De repente o termo dançarino cause mais empatia com aqueles alunos, que ficarão mais propensos a abrir e interagir com o conteúdo do e-mail.

Essa é também uma forma de personalizar o conteúdo. Mas não exagere nos parâmetros na hora de fazer o teste. Se você usar duas versões completamente diferentes uma da outra, não saberá depois avaliar o que realmente estimulou a mudança de comportamento.

Use a tecnologia a seu favor do seu conteúdo

As plataformas de CRM estão na lista das tecnologias corporativas mais importantes e inovadoras disponíveis para empresas. Simplesmente porque são uma fonte inesgotável de informações a cerca do comportamento dos clientes e potenciais clientes, em resumo.

A plataforma não é apenas uma lista de contatos elaborada: ela reúne e integra dados valiosos para preparar e atualizar suas equipes com informações pessoais dos clientes, histórico e preferência de compras.

Já pensou como tudo isso pode ser extremamente valioso para você na hora de segmentar o seu conteúdo?

Você pode usar as informações do CRM paralelas ao funil de vendas e otimizar a sua produção, sabendo exatamente quem está no topo, no meio ou na base do funil.

Faça pesquisas de conteúdo

Pesquisas são ótimas maneiras de saber o que o seu público pensa, deseja ou necessita.  Periodicamente, invista em pesquisas para ter um feedback da sua audiência. Você pode fazê-las por e-mail, formulários e até pelas enquetes das mídias sociais.

A partir das repostas, você começa a desenhar uma nova estratégia de segmentação de conteúdo, adapta a que você já usa, ou mantem aquilo que já está dando certo.

Dê voz e construa a sua identidade de marca para conteúdo

Quais valores sua marca expressa para seu público? Seu conteúdo conversa bem com ele e deixa claro qual sua missão, visão e valores? Sua marca possui uma voz forte e marcante no mercado, por exemplo?

Tudo isso precisa estar bastante claro em toda a sua comunicação. Com consumidores cada vez mais exigentes, que não buscam apenas informações técnicas, a personalidade da marca é um importante elo com essa audiência, que gosta de se sentir parte e se identificar com a marca.

Com a audiência cada vez mais conectada, você se sente mais seguro para produzir e entregar conteúdos mais próximos daquilo que eles buscam, afinal você já sabe exatamente por que eles gostam da sua marca.

Comece agora mesmo a entender o seu público pelo conteúdo

Você viu que quanto mais você deixar o seu público se sentindo especial e único, maiores são as chances de você conseguir conquistá-los para adquirir, com isso, o seu produto ou serviço.

Comece agora mesmo a utilizar as nossas dicas sobre como produzir um conteúdo cada vez mais segmentado que vai ao encontro dos anseios, ou seja, as necessidades do seu nicho.

No começo pode parecer uma tarefa difícil, porém, com um pouco de dedicação e planejamento você tira de letra essa missão. 

E o mais legal é que você não precisa escolher um único caminho para melhorar a sua segmentação de conteúdo, pois um não exclui o outro. Você pode perfeitamente começar a interagir com o seu público, ao mesmo tempo que aplica uma pesquisa ou disponibiliza uma lading page.

Em resumo, é só ficar bastante antenado em todas as ações e reações de seus clientes a cada novo conteúdo e começar a desenvolver o feeling sobre o que esses sinais querem lhe dizer.

Não se esqueça, contudo, de que um conteúdo pode ser um presente para seus Leads. Cabe a você decidir o quanto você fará eles se sentirem especiais e únicos.

E você, utiliza alguma estratégia para criar conteúdo segmentado? Compartilhe com a gente!

Compartilhe também o nosso conteúdo e se quiser tem muitos outros artigos interessantes aqui no blog. É só dar uma olhada!

Posts Relacionados

saiba-quais-sao-os-piores-erros-de-SEO-e-como-evita-los
  • Data: 14.07.2021
  • Por: Por: administrador

Saiba quais são os piores erros de SEO e como evitá-los

Nos últimos anos, o Google lançou diversas atualizações e novas políticas que permitem a todos os sites e blogs ficarem bem posicionados em seu sistema de busca. Porém, muitos profissionais ainda insistem em ignorar essas novas regras...

Saiba Mais
website
  • Data: 06.05.2021
  • Por: Por: administrador

Preciso criar um site: qual o primeiro passo?

Com o crescimento vertiginoso e popularidade da internet, se torna necessário seja para pequenas, médias ou grandes empresas ter um site a web. E para reforçar essa afirmação, pesquisas do Ibope revelam que somos 105 milhões de internautas no brasil, e ocupamos a 4º posição no mundo...

Saiba Mais

SEU NEGÓCIO NO TOPO?

VAMOS CONVERSAR

icone do titulo Certificações

semrush-logo
google-meu-negocio-logo
facebook-certificado-01
facebook-certificado-02
rd-station-certificado
parceiro-de-sucesso-certificado
imbound-certificado

Fale conosco pelo Whatsapp