Planejamento de mídia: como começar o seu – passo a passo

24.11.2019 | Por: administrador

Muita gente acha que um bom plano de mídia é aquele veiculado em todas as mídias. Mas o “menos é mais” é a sua principal característica.

 

Um planejamento de mídia bem executado é a peça-chave para garantir o sucesso de uma campanha de divulgação. É preciso seguir o perfil da marca e do público-alvo, adaptando os detalhes de forma harmônica, mas alguns passos são essenciais para um planejamento de mídia bem estruturado e eficiente, como será visto no decorrer desse texto.

Uma campanha feita sem planejamento pode até atingir um grande número de pessoas, mas grande parte delas sequer estará inclusa no público-alvo, ou seja, não serão convertidas em consumidores. Em alguns casos, uma campanha sem estrutura pode até mesmo se transformar em algo negativo que arranha a imagem da marca e afasta os clientes de seus serviços.

Com tantos canais disponíveis para veiculação, é preciso planejar qual seria o melhor para a sua campanha. Não basta sair divulgando em todos os tipos de mídia com a falsa ideia de que irá atingir um grande público, pois, na maioria das vezes, é um público pouco qualificado. Para um planejamento de mídia efetivo “menos é mais”.

O trabalho de escolha de mídias ideais considera uma série de variáveis, e elas dirão qual plataforma tem o potencial necessário para ações de sucesso.

Por isso, é melhor não correr riscos e divulgar sem antes planejar. Afinal, a propaganda é a alma do negócio, não é mesmo? Neste artigo, você será esclarecido sobre a importância do planejamento de mídia e as melhores estratégias para você usar no seu negócio.

O que é um plano de mídia e quais as vantagens de usá-lo

Muita gente acha que uma campanha bem-sucedida é aquela veiculada em todas as mídias (TV, rádio, jornal, revista, internet etc.), nos horários de maior alcance e por um longo período. Mas este não é o que um planejamento de mídia propõe.

Plano de mídia é uma ferramenta utilizada na publicidade para mapear e indicar os melhores meios, plataformas e formatos para veicular campanhas. Nele constarão os melhores canais, o melhor formato, o público a ser alcançado, o investimento a ser utilizado, além das métricas de avaliação.

O profissional responsável pelo planejamento de mídia é o analista de mídia. Ele deve levar em consideração os objetivos de marketing do cliente para traçar a melhor estratégia.

Oito pontos que você precisa analisar em um planejamento de mídia

– Produto/Serviço

Conhecer o produto ou serviço é essencial para elaborar um plano de mídia efetivo. Saber os pontos fracos e fortes e, principalmente, a relação com o cliente é fundamental.

– Mercado

Analisar o ambiente externo, entender como o mercado está posicionado em relação à sua oferta.

– Concorrência

O benchmarking é uma técnica válida no planejamento de mídia, pois revela em quais mídias seus concorrente estão investindo e quais são seus resultados.

Assim, você pode disputar a atenção com os seus concorrentes nos mesmos canais ou diversificar a sua estratégia.

– Público-alvo

Conhecer o público é um dos fatores mais importantes para o plano de mídia. É a partir do conhecimento do que o seu público gosta ou não, deseja ou não, que você vai ter embasamento para elaborar peças, campanhas e estratégias que vão ao encontro das expectativas dos seus clientes.

– Veículos/Canais

Os veículos são os canais de divulgação do seu plano de mídia. Por muito tempo, a grande mídia dominou as estratégias de divulgação das empresas, dando destaque, principalmente, para a TV aberta.

Hoje, com o meio digital fortemente posicionado, os espaços de divulgação são ampliados e entram nessa lista os blogs, mídias sociais, links patrocinados.

– Formatos/Peças

Os formatos dizem respeito às características da sua campanha, se ela terá um formato digital ou analógico. Já as peças são as campanhas propriamente ditas, um vídeo, um outdoor, flyer, posts em redes socais.

– Cronograma

O cronograma do planejamento de mídia estabelece os dias, horários e períodos de veiculação em cada meio escolhido.

– Orçamento

Via de regra, um bom plano de mídia deve aproveitar a verba da campanha da melhor forma possível, buscando o custo-benefício ideal.

Geralmente, o profissional de mídia recebe um valor total de orçamento para distribuir entre os canais que julgar relevantes e eficientes.

 

Vantagens do planejamento de mídia

– Definir cada passo da campanha de forma inteligente e estruturada;

– Conhecer os próximos passos, até o final da campanha, antes mesmo de começar;

– Desenvolver a comunicação de acordo com o perfil do público-alvo;

– Alinhar toda a equipe em prol do mesmo objetivo;

– Prever os resultados de cada passo;

– Veicular a mensagem correta, para o público correto e no local adequado;

– É garantia de retorno e de sucesso;

– Possibilita a análise de dados de cada etapa da campanha.

Passo a passo do planejamento de mídia

O plano de mídia é fundamental para selecionar os melhores canais para a veiculação da campanha e garantir o sucesso das ações planejadas. A seguir, confira os 5 passos para desenvolver um plano de mídia efetivo:

1 – Briefing

Antes de começar a desenvolver o planejamento de mídia é preciso desenvolver o briefing, documento entregue pela empresa à agência de marketing com todas as informações necessárias: público atendido, atividades realizadas, produtos oferecidos e demais informações relevantes acerca da instituição.

Outro ponto fundamental do briefing é deixar claro qual é o objetivo esperado com o planejamento de mídia: divulgar novidades, lançar promoções, conquistar novos clientes, etc.

2 – Público-alvo

Um planejamento de mídia bem-feito deve sempre pensar no perfil do público-alvo. Idade, onde mora, preferências, etc. Assim, a campanha terá o alcance esperado.

Nesse ponto é interessante construir a persona para a qual a estratégia será direcionada.

3 – Meios de divulgação

Hoje em dia são inúmeras opções: redes sociais, e-mail marketing, canais de televisão, revistas, dentre tantos outros canais de comunicação. Para isso, é preciso voltar lá no item 2 e entender onde o público-alvo passa mais tempo.

Você pode aplicar pesquisas para os clientes e descobrir quais são os canais mais utilizados por ele. Aliás, as pesquisas são uma ótima fonte para descobrir preferências dos clientes.

4 – Análise de dados

Com a campanha em andamento, é hora de analisar os dados e observar as respostas do público-alvo. Dessa forma, é importante conhecer os pontos fortes e fracos e fazer pequenos ajustes se for necessário.

Com essas informações em mãos basta saber quais são os objetivos desejados pela sua empresa, montar um briefing e deixar o trabalho nas mãos dos profissionais experientes de uma agência de marketing. Dessa forma, a equipe pode seguir focada no trabalho do dia a dia, enquanto a campanha planejada rende melhores resultados e traz um maior retorno.

5 – Monitoramento

Para que a estratégia do planejamento de mídia seja bem sucedida, é fundamental fazer o acompanhamento constante do progresso.

Para isso, é necessário investir em ferramentas de monitoração e análise do desempenho online, como o Google Analytics, por exemplo. Disponibilizado gratuitamente, o software possibilita ao usuário efetuar a avaliação do comportamento dos internautas na página do seu negócio, abrangendo desde sites a e-commerces.

A ferramenta faz um levantamento do número e visitas que a página teve por dia, semana e mês, além de apontar as publicações mais lidas, principais buscas e produtos/serviços mais comercializados.

Experimentar novas soluções é fundamental para manter a marca atualizada

É perfeitamente comum que uma marca ao encontrar os meios e veículos de divulgação ideais para o seu negócio acabe se acomodando. Ainda que estes meios proporcionem resultados satisfatórios, este posicionamento pode fazer com que o profissional de mídia não esteja aberto a conhecer outras soluções – o que pode ser perigoso.

É fundamental que o profissional esteja disposto a testar outros métodos que o mercado oferece, principalmente as novidades, para que a marca possa manter-se atualizada.

Ao empregar esta postura, ele terá um leque maior de opções quando for elaborar o planejamento de mídia do seu consumidor. Tenha em mente que evitar a mesmice é uma questão de sobrevivência.

Agora que você já sabe como construir um plano de mídia, conta pra gente: Você já tem ideia de quais mídias são mais eficazes para atingir seu público? Deixe nos comentários e, se você gostou do nosso artigo, compartilhe agora mesmo para que outras pessoas entendam um pouco mais sobre planejamento de mídia.

 

Posts Relacionados

dicas-para-fazer-a-sua-empresa-aparecer-na-internet
  • Data: 10.07.2021
  • Por: Por: administrador

4 dicas para fazer a sua empresa aparecer na internet

Preocupado em crescer mais e se destacar em um mercado cada vez mais competitivo, você provavelmente já deve ter percebido que é importante que sua empresa esteja na internet; afinal, a farramenta possibilita uma comunicação mais próxima...

Saiba Mais
criar-um-bom-site-tudo-o-que-você-precisa-saber
  • Data: 06.07.2021
  • Por: Por: administrador

Criar um bom site: tudo o que você precisa saber

A internet é uma ferramenta fundamental para garantir que empresas tenham um melhor relacionamento com seus clientes. Uma companhia com uma página na web consegue vender mais tendo um gasto menor, além de ter mais ferramentas...

Saiba Mais

SEU NEGÓCIO NO TOPO?

VAMOS CONVERSAR

icone do titulo Certificações

semrush-logo
google-meu-negocio-logo
facebook-certificado-01
facebook-certificado-02
rd-station-certificado
parceiro-de-sucesso-certificado
imbound-certificado

Fale conosco pelo Whatsapp