Análise SWOT e estudos de mercado para orientar suas estratégias

05/06/2017 | Por: administrador

Análise SWOT e estudos de mercado para orientar suas estratégias

Conhecer a realidade de seu mercado é fundamental para posicionar sua empresa na internet de forma rentável

Antes de empreender ou de fazer qualquer mudança na política de estratégias de sua empresa, é fundamental conhecer o contexto, o cenário do mercado onde sua marca se insere.

O marketing desenvolveu várias técnicas para fazer estes estudos de mercado, e uma das mais comuns e simples de se fazer é a Análise SWOT.

Neste texto, mostraremos como fazer uma boa Análise SWOT de sua empresa, já pensando em um contexto de internet, redes sociais e relações comerciais voláteis e instantâneas.

Um consumidor muito mais preparado para negociar

Antes mesmo de se falar em SWOT, temos que lembrar que os tempos do comércio de produtos e serviços nos dias de hoje são muito mais dinâmicos e intensos do que antigamente.

Com a internet e as redes sociais, o cliente se torna o que chamamos de “Consumidor 2.0”, um tipo de público que se informa muito mais sobre os produtos e serviços aos quais se interessa e que, portanto, está muito mais atento a preços, condições de pagamento e de qualidade das aquisições.

Isso interfere diretamente sobre a negociação com os leads.

A Análise SWOT

A sigla SWOT significa Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats – em português, Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças (FOFA). Isso significa que é uma análise bastante abrangente, que considera aspectos positivos e negativos da sua empresa dentro do mercado, em contextos intrínsecos e extrínsecos.

Veja a seguir o que podem significar cada um destes fatores.

 

– Forças:

A força de sua empresa é um aspecto positivo intrínseco, ou seja, diferenciais e capacitações de sua empresa que, por si só, podem significar uma vantagem em relação à concorrência. Por exemplo: um produto/serviço exclusivo de sua marca, a possibilidade de oferecer preços mais baixos, prestígio de sua marca, equipe capacitada, etc.

– Oportunidades:

A oportunidade é uma vantagem de sua marca, mas que considera principalmente aspectos externos ao seu controle, ou seja, fatores que não dependem do seu controle. Exemplos de oportunidades podem ser o poder aquisitivo de seu público, a fraqueza da concorrência, facilidades tributárias e outros.

– Fraqueza:

As fraquezas de uma empresa são aspectos negativos que dependem de sua própria marca. Por exemplo, dificuldades logísticas e administrativas, impossibilidade de oferecer preços acessíveis, falta de equipe capacitada, ingerências internas, dívidas e outros.

– Ameaças:

As ameaças são dificuldades à sua marca causadas pela concorrência ou por contextos externos. Por exemplo: concorrência acessível e qualificada, público com baixo poder aquisitivo, localização desfavorável, etc.

O ambiente digital

É possível adaptar sua análise SWOT ao ambiente digital, amplificando os fatores – a internet não tem limites geográficos. Com a internet, fraquezas podem se tornar forças e vice-versa, além de deixar também o limite entre cada uma dessas características menos claro. Portanto, estude seus cenários de forma bem elaborada e faça negócios de forma mais consciente. Investir em seus negócios sem analisar os contextos pode trazer altos riscos – aja com consciência e ganhe mais dinheiro.

Você também vai gostar de ler

Como-montar-um-funil-de-vendas

10.10.2019 | Marketing Digital

Funil de vendas: exemplo prático de como funciona

Conquistar e converter clientes são metas que fazem parte da eterna busca das práticas de atração. Frequentemente estas ações estão acompanhadas da dúvida de como se chegar lá. Afinal, são muitos os recursos que podem ajudar a sua empresa...

Saiba Mais
Entenda-como-aplicar-Growth-Hacking-no-marketing

06.08.2018 | Marketing Digital

Entenda como aplicar Growth Hacking no marketing

Como uma marca crescente ou comerciante, você provavelmente já viu o GROWTH HACKING em ação, você conhecendo o termo especificamente ou não. Na verdade, está rapidamente se tornando uma das maneiras mais eficazes...

Saiba Mais
O-que-e-um-funil-de-vendas

02.08.2018 | Marketing Digital

O que é um funil de vendas

Também conhecido como Pipeline, o funil de vendas é um excelente modelo de estratégia, apresentando toda a jornada que o cliente faz desde seu primeiro contato com a empresa até a conclusão da venda.

Saiba Mais

Leve seu negócio para o próximo nível

Teremos nossa pele em seu negócio até que toque nos resultados.